Viajantes





Vacinas Esquemas e recomendações Comentários
Febre Amarela Uma dose a cada dez anos,para quem vive ou vai se deslocar para áreas endêmicas. Vacinar pelo menos dez dias antesda viagem. Contraindicada em imunodeprimidos e gestantes, exceto quando os riscos de adquirir a doença superarem os riscos potenciais da vacinação. No Brasil para os estados do Norte e Centro-Oeste, Maranhão, Minas Gerais, e alguns municípios da Bahia, Piauí, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Países endêmicos como Argentina, Bolívia, Colôbia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Trinindad e Tobago e Venezuela.
Hepatites  A, B ou A e B Hepatite A: duas doses, no esquema 0 - 6 meses . Homens não imunizados anteriormente para as hepatites A e B devem ser vacinados. A vacina combinada para as hepatites A e B é uma opção e pode substituir a vacinação isolada para as hepatites A e B.
Hepatite B: três doses, no esquema 0 - 1 - 6 meses.
Hepatite A e B: três doses, no esquema 0 - 1 - 6.
Febre tifóide Dose única. Repetir após três anos, se retornar à área de risco. O risco de contaminação depende do destino da viagem, das condições sanitárias e de alimentos contaminados e consumidos durante a viagem.
Influenza (Gripe)  Dose única anual Qualquer país.
Sarampo Verificar a situação vacinal. O viajante precisa ter pelo menos uma dose da vacina Tríplice Viral (SCR), que protege contra Sarampo caxumba e rubéola. Contraindicada em imunodeprimidos e gestantes. Verificar a situação vacinal. O Viajante precisa ter pelo menos uma dose da vacina Tríplice Viral (SCR), que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Contraindicada em imunodeprimidos e gestantes.
Meningocócica C Dose única. Sem evidências, até o momento, da necessidade de reforço. A vacinação é recomendada para todos os viajantes que nunca foram vacinados e se dirigem para áreas ou países com surtos ou epidemias pelo sorogrupo C.
Poliomielite A vacinação é recomendada para todos os viajantes que não estiverem com o esquema completo, nunca foram vacinados e se dirigem  para áreas endêmicas, para países com registro recente de casos importados, ou para os países em risco devido a proximidade de países endêmicos ou recém infectados. Países com casos de poliomielite importados ou de casos relacionados com casos importados e países sem caso de interrupção da poliomielite nos países: Afeganistão, Índia, Nigéria, Paquistão e Arábia Saudita.
Meningocócica conjugada ACWY Uma dose. A indicação da vacina, assim como a necessidade de reforços, dependerão da situação epidemiológica.  Considerar seu uso avaliando a situação epidemiológica. Na indisponibilidade da vacina meningocócica conjugada ACWY, substituir pela vacina meningocócica C conjugada. Pessoas que viajem a África e Arábia Saudita estão mais suscetíveis.